joaoelderenativafm: A Curiosidade Do Dia: Pergunta A Você: Acumulada Para Hoje Terça - Feira Dia 10 De Abril De 2012

Quantos dias já se passaram de 2017

Quantos dias faltam para 2018

segunda-feira, 9 de abril de 2012

A Curiosidade Do Dia: Pergunta A Você: Acumulada Para Hoje Terça - Feira Dia 10 De Abril De 2012

quantas vezes o coração de uma girafa é maior do que o do ser humano???

FALANDO MAISDA GIRAFA :

CORAÇÃO

Em consonância com o seu tamanho, as girafas têm um enorme coração que pode pesar até 11 quilogramas, com 60 centímetros de comprimento e 8 centímetros de espessura nas paredes. É o maior do mundo!
Isso, se deve a necessidade de bombear o sangue com muita força para que a cabeça possa ser atingida. Seu coração está eqüidistante da cabeça e das patas, aproximadamente, pouco mais de dois metros tanto para baixo, como para cima.
Para que o seu sangue chegue até o cérebro, o aparelho circulatório da girafa apresenta, em seu sistema venoso do pescoço, muitos vasos sanguíneos com alças (divertículos) que controlam o fluxo sangüíneo em qualquer de suas duas direções – são várias válvulas que ajudam o sangue a subir para chegar até o cérebro e também a descer para compensar o rápido aumento da pressão quando a sua cabeça está abaixada.
Por isso ele é 43 vezes maior do que o coração do homem e precisa bater muito forte.
Para que o sangue consiga chegar no topo da cabeça, o músculo cardíaco da girafa é excepcionalmente forte mas, por outro lado, para que a pressão não seja excessiva no cérebro, existe uma rede de artérias muito finas (arteríolas) chamada sistema admirável, que faz com que a corrente sangüínea sofra uma redução da pressão.

PRESSÃO SANGUÍNEA

Possui propriedades fisiológicas extraordinárias! A girafa é importante como modelo para investigações dos mecanismos adaptáveis para mudanças gravitacionais de pressão. Estudos fisiológicos prévios têm se concentrado na pressão arterial do sangue, no coração e no pescoço. Essas investigações revelaram que a pressão arterial no coração da girafa precisa ser muito maior, o dobro da dos humanos ou de qualquer outro animal, para que a cabeça possa ser atingida pelo fluxo sangüíneo, mantendo assim a pressão sanguínea no cérebro.
J. V. Warren e sua equipe mediram as pressões nas artérias de algumas girafas de uma reserva, no Quênia. Quando a girafa está deitada, sua cabeça e seu coração estão no mesmo nível, e a pressão arterial da carótida varia entre 180 a 240 mmHg e o rítmo cardíaco é 96 por minuto. Quando o animal levanta a cabeça, a pressão se mantém aproximadamente igual à da deitada, mas a freqüência cardíaca diminui. Na posição ereta ou em movimento normal, aumenta a freqüência cardíaca a cerca de 150/min, enquanto que a pressão arterial cai para 90 a 150 mmHg. O galope eleva a freqüência cardíaca ao valor de 170/min e produz uma variação da pressão arterial entre 80 a 200 mmHg.
Seu coração bombeia com uma pressão entre duas ou três vezes maior do que uma pessoa com saúde normal...
A pressão sistólica ao nível do coração da girafa varia entre 200 e 300 mmHg, enquanto que a diastólica varia entre 100 e 170 mmHg. O valor médio da razão pressão sistólica/pressão diastólica é de 260/160. Esse valor, comparado com o valor médio de uma pessoa - 120/80 - classificaria a girafa de hipertensa. Entretanto, essa hipertensão não se deve a problemas vasculares, mas é uma condição necessária para suprir o cérebro do animal com sangue quando ele está ereto.
O intestino da girafa é espantosamente comprido: quase 80 metros!
Como todas as mulheres, as girafas fêmeas só têm 2 mamas!

SENTIDOS

O sentido mais bem desenvolvido das girafas é o da visão. Podem enxergar mais de um quilômetro de distância e distinguir as cores. Também têm o olfato (alcança uns 500 metros) e a audição bem desenvolvidos.

VOZ

Uma das muitas coisas estranhas da girafa é que lhe falta a voz... Pois mesmo apresentando órgãos fonadores perfeitos, a girafa raramente emite sons. Foi sempre tão raro ouvir a voz da girafa que se supunha que ela fosse muda. Mas já se sabe que, mesmo silenciosas, elas podem produzir uma variedade de grunhidos, emitindo alguns sons breves, semelhantes a gemidos ou discretos gritos de chamada.

LONGIVIDADE

Vivem aproximadamente até os 25 anos, mas em cativeiro podem alcançar os 28 anos.

Nenhum comentário: