joaoelderenativafm: Em resposta ao "rato na garrafa", Coca-Cola abre fábricas para visitação

22ª Sessão do 1º Periodo da 1ª Sessão Legislativa da 15ª Legislatura

Minha Rádios sua Rádio - Aumente o volume

Quantos dias já se passaram de 2017

Quantos dias faltam para 2018

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Em resposta ao "rato na garrafa", Coca-Cola abre fábricas para visitação

27/09/2013 - 14h41

MARIANA BARBOSA


DE SÃO PAULO
Em resposta aos danos de imagem provocados por um consumidor que alega ter encontrado pedaços de rato nas garrafas de Coca-Cola em 2000, a marca de refrigerantes resolveu abrir as fábricas para visita.
Em um vídeo postado em sua página no Facebook, a marca mostra imagens do seu processo de fabricação e diz que o "segredo" para se manter como a marca mais famosa de bebida do mundo é o "rigoroso controle de qualidade" em seu processo de produção.
Segundo a Coca-Cola, cada garrafa é conferida por sensores de alta precisão "eliminando a possibilidade de que uma garrafa saia das fábricas sem estar em perfeita condição".
Sem citar nominalmente o caso do consumidor Wilson Batista Rezende, o vídeo "Conheça a verdade sobre a Coca-cola" termina convidando os consumidores a fazer uma visita às fábricas.
Rezende afirma ter ingerido o refrigerante com pedaços de rato em dezembro de 2000. Ele já fez greve de fome em frente ao Fórum João Mendes e, na semana passada, teve sua história contada pela TV Record.
A reportagem da TV Record repercutiu nas redes sociais e a marca passou a ser alvo de piadas. Uma delas traz a imagem de uma lata de refrigerante com os dizeres "Quanto mais RATO melhor".
Na quarta-feira da semana passada (18), após a repercussão da reportagem da Record, a Coca-Cola emitiu um comunicado em que lamenta do estado de saúde do consumidor, mas diz não reconhecer a responsabilidade pelo dano alegado por ele. O processo de Rezende contra a Coca está no Tribunal de Justiça de São Paulo.



Fonte Dessa Noticia Quer saber mais  Clique aqui

Nenhum comentário: